Como escolher os brinquedos adequados? – Psicologia Infantil

12 de novembro de 2019 0
building-674828_960_720.jpg

Existem brinquedos para faixas etárias diferentes, isso não significa que não possamos fazer adaptações. O brinquedo pode exercer diversos papéis na vida da criança… Pode representar um objeto de apego (ursinhos, bonequinhas, etc).  Pode proporcionar a socialização, pois ao compartilhá-lo a criança aprende a dividir o que é seu e cuidar do que é do outro. Pode contribuir para a fantasia e o mundo da imaginação em brincadeiras coletivas ou individuais. Pode também ajudar no desenvolvimento da organização, pois ao recolher e guardar é possível trabalhar este ponto. Pode proporcionar um momento de respeito às regras, se utilizado para jogos. Enfim, através do brinquedo e do brincar temos um rico momento de observação infantil. Criar também um ambiente, onde a criança possa confeccionar o próprio brinquedo desenvolve a criatividade, estimula a participação, promove a interação com o ambiente e com o terapeuta. No entanto, se faz necessário destacar os estágios do  desenvolvimento cognitivo proposto por Piaget (2004), na qual considera-se importante para compreensão de como percorre a aprendizagem, pois seguem um processo que se dá de modo gradual por meio da adaptação/equilibração, assimilação e acomodação, conforme segue:

✔Jogos de Exercícios (período sensório motor – 0 a 2 anos): Esse período é de suma importância para o desenvolvimento cognitivo da criança, embora não venha acompanhada por palavras verbais. Essa fase consiste na repetição da ação de forma generalizada, sem representação. E diante de meus estudos cito alguns exemplos interessantes dessa fase, como: sugar, sacudir, balançar, jogar o objeto.

✔Jogos Simbólicos (período pré-operatório – entre 2 a 7 anos): Esse período consiste numa atividade real do pensamento, essencialmente egocêntrico, um modo particular de olhar o mundo, sendo representada pela imitação e imaginação, caracterizada pelo faz de conta. Não existe submissão ou regras rígidas, a criança usa a sua criatividade de forma espontânea. Nesse sentido, com base nos estudos, a linguagem intervém no pensamento imaginativo, tendo como instrumento a imagem ou símbolos. Seguem alguns exemplos: jogo de boneca (o), brincar de casinha, fazer comidinha, ou seja, imitar/representar outra pessoa, que pode ser os próprios pais, médico, professor ou policial; sendo o que vale é a imaginação da criança e deixar fluir, pode ser algo que ela admira ou deseja ser no momento.

✔Jogos de Regras (período operatório – 7 a 8 anos): Nessa fase as regras orientam as suas ações, limites, o modo de jogar, respeito mútuo, memorização, socialização, assim como o pensamento individual de elementos coletivos se faz presente na regra do jogo nessa fase, como por exemplo: jogar xadrez, dama, bolinha de gude, quebra cabeça, jogos com regras, entre outros.

Recordo-me de ter estudado a teoria de Piaget, no curso de Psicologia e, confesso que não tinha muito apreço pela sua teoria, pois tinha interesse em outras abordagens, porém no decorrer curso da minha prática, minha visão foi se modificando, despertou-me o interesse e tive a oportunidade de obter maior compreensão, mediante estudos, discussão, fórum e sugestões de leituras sobre o seu pensamento referente ao desenvolvimento e os processos da aprendizagem humana. E após pensar muito, pude perceber o quanto este autor contribuiu para o meu conhecimento enquanto pessoa e profissional em constante transformação/movimento em busca do saber rumo a minha formação. Piaget nos deixou um material riquíssimo que é seu acervo-material, nos ensinando desde o princípio os seus conceitos na construção do conhecimento de muitos na área da educação e outras áreas afins. Visto que é considerado o precursor da teoria construtivista, por explicar como se dá o processo da aprendizagem humana. A atividade lúdica é outra forma de comunicação, que por vezes a criança não consegue expressar por meio de palavras, porém por meio das brincadeiras lúdicas a criança pode manifestar os seus sentimentos, seus medos, suas angústias e fantasias. O lúdico proporciona um momento único ao sujeito, seja com crianças ou adultos, as atividades são sempre muito prazerosas.

Simone Mendes – psicóloga, especialista em TCC e cuidado infantil.


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

CAPTCHA



logo-home-white

Faça parte do nosso trabalho integrativo!
ATENDIMENTO ADULTO E INFANTIL

Todas as especialidades trabalham em conjunto para de forma personalizada atuar no seu atendimento, olhando a necessidade de forma integrada de cada indivíduo.

Hora marcada, ambiente super agradável, exames com laudos rápidos, qualidade no atendimento, especialidades atendem adultos e crianças.

3462-8155 | 97155-956298400-3579 whatsapp EndereçoRua Silva Cardoso, 152, Torre A, sala 420 - Bangu - Rio de Janeiro

Clínica PadMedic Medicina Integrativa - 2019. Todos os direitos reservados.

shares
Atendimento Online!